Depois de mais de 40 dias de internação, Sargento deixa UTI Domed, no HFA, em Brasília

Tempo de leitura: 1 minuto

Depois de mais de quarenta dias de internação na UTI Domed, no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília-DF, o primeiro Sargento da Marinha Edinaldo Lima Santos, de 41 anos, teve alta da ala, destinada a pacientes em tratamento da Covid-19.

Apesar de ter sido um dos pacientes que ficaram em piores condições, o sargento deixou a UTI em plena consciência, e deixou um recado aos profissionais que cuidaram dele:

Minha avó foi enfermeira por 30 anos, e agora eu tenho uma noção do que ela fazia. Eu só tenho a agradecer a vocês. Muito obrigado!”

Santos tem três filhos, os estudantes Eloísa (20 anos), Emily (18) e Eloan Gabriel (15). A esposa, Erika Paraguassu, relata que todos em casa, inclusive ela, contraíram a Covid-19:

Todos tivemos, e apresentamos alguns sintomas. Mas apenas o Edinaldo chegou a ter esse agravamento da doença. Não foi fácil, houve realmente vários momentos difíceis. Sobretudo no início, que eu posso dizer que foi desesperador. Mas Deus nos confortou, Ele estava no controle, e trouxe o Edinaldo para junto dessa equipe excelente. Agradeço pelo carinho de todas as enfermeiras, dos médicos, do psicossocial. Todos os dias eu recebia ligações dos médicos, e também fazíamos videochamadas com meu marido, e isso era muito importante para nós.”

A despedida do primeiro sargento da UTI foi comemorada pelos profissionais que atuam junto aos pacientes.

Veja como foi o momento da alta:

A Domed agradece à família de Edinaldo Lima Santos pela confiança, bem como parabeniza a todos os colaboradores pela excelência e responsabilidade no desempenho de suas funções. À socidade, a empresa pede que todos os cuidados em relação ao novo coronavírus sejam sempre observados com muita atenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *